Brasil recebe olimpíada internacional de Biologia

0 Flares Filament.io 0 Flares ×

dna-e-a-cienciaAté o dia 16 de setembro, o Brasil será palco da décima edição da Olimpíada Ibero-americana de Biologia (X OIAB). O evento acontece no Instituto de Ciências Biológicas da Universidade de Brasília e reúne estudantes de 12 países da América do Sul e Central, além de Portugal e Espanha.

Nossa delegação é composta pelos jovens Beatriz Marques de Brito (São Paulo, SP), Bernardo Gabriele Collaço (Fortaleza, CE), Bruno Teixeira Gomes (Fortaleza, CE), Caio Manuel Caetano Adamian (Fortaleza, CE). Todos estão no terceiro ano do ensino médio.

Durante a programação, os estudantes participam de três avaliações teóricas e práticas, envolvendo anatomia animal, botânica e citologia. Além disso, são realizadas atividades sociais visando estreitar a relação entre os países e contribuir para o avanço das Ciências Biológicas na Região Ibero-americana.

Incentivo aos estudos

Segundo Marlene Teixeira De-Souza, coordenadora da edição de 2016 da OIAB e professora da UNB, as olimpíadas internacionais de conhecimento são muito importantes para estimular o interesse pelas ciências, representando uma estratégia útil para a difusão e ampliação do conhecimento científico.

– Esses eventos ainda aproximam a universidade do ensino médio e, principalmente, permitem a descoberta da capacidade das Ciências sensu lato e da Educação em promover o crescimento intelectual, econômico e social – reforça.

História da OIAB

A Olimpíada Ibero-americana de Biologia (OIAB) foi lançada em 2007 no México, com a participação do Brasil, Argentina, Espanha e Portugal. A OIAB é coordenada pela Ordem dos Biólogos de Portugal (órgão equivalente ao Conselho Federal de Biologia brasileiro) e a cada ano um país é escolhido para sediar o evento. Desde então foram organizadas nove edições e a delegação brasileira conquistou um total de 33 medalhas.

Para participar de uma olimpíada internacional, é importante que os estudantes participem das edições nacionais. No Brasil, por exemplo, desde 2004 a Associação Nacional de Biossegurança (ANBio; www.anbio.org) é credenciada junto ao Comitê Olímpico Internacional como coordenadora oficial da Olimpíada Brasileira de Biologia (OBB).

A OBB busca estreitar a ponte entre universidades e escolas de ensino médio, desafiando professores e alunos em se manter na vanguarda do conhecimento científico mundial. Essa ação também tem o objetivo de ressaltar a importância da integração entre o ensino teórico e o prático, num país onde apenas 11% das escolas apresentam laboratórios de Ciências e os avanços na área da Biologia demoram décadas para serem discutidos em sala de aula.

medalhas-na-olimpiada-internacional

OBB: http://www.anbiojovem.org.br/

ANBio: http://www.anbio.org.br/site/

UNB: http://www.unb.br/

 

 

 

NA MÍDIA

1309-g1-educacao-oiab

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

materia-na-revista-galileu-sobre-a-olimpíada_Ibero_Americana_de_biologia_oiab

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 LinkedIn 0 Google+ 0 Pin It Share 0 Filament.io 0 Flares ×

Quer construir uma imagem de valor?  Fale com a gente

Tiberius

Website:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *